Como representar o incômodo dos pelos de uma maneira diferente? Anúncios de depilação e estética são sempre a mesma coisa: pernas lisas, mulheres perfeitas. Para esta campanha, decidimos representar os pelos como espinhos, pregos, algo que você não quer encostar e que afaste as pessoas. Escolhemos 4 objetos para guiar a campanha: o picolé, o papel higiênico, o travesseiro e o batom. O picolé vem acompanhado de um propósito ambíguo: você vai topar chupar um picolé com pelos? Além disso, traz um dos pilares da marca: a liberdade e o frescor. O papel higiênico vem acompanhado da intimidade de cada pessoa. Aborda também a higiene em si de uma pessoa com pelos e de outra sem. O travesseiro vem para trazer outro pilar da marca: a experiência de bem-estar que o cliente tem nas suas sessões. E, por fim, o batom, que traz a ideia daquela depilação chata e rotineira com cera ou lâmina, que você sempre tem que estar retocando. Além disso, atrelamos ao último pilar da marca: experiências de beleza.